sábado, 30 de janeiro de 2016

Fangirl - Discussão (com spoilers)

O livro Fangirl inicia-se com uma página da Wikipédia sobre o Simon Snow, e eu realmente achei isso interessante e original.
E quando a Cath me é apresentada eu gostei automaticamente dela, infelizmente não posso dizer o mesmo da Wren. Eu achei que a Wren foi logo a princípio muito bruta com a irmã como se estivesse farta dela, e isso realmente irritou-me profundamente, quando a Courtney aparece só serviu para me irritar mais.

Uma personagem que eu gostei imenso foi a Reagan. O momento em que nos é apresentado o Levi eu já o achei o rapaz estranho, mas gostei realmente dele. Não percebi bem o porque de a Cath estar tão convencida de que ele era o namorado da Reagan, porque eu pensei logo que eles era melhores amigos e que nada mais, ainda não sabia que eles eram ex-namorados mas não me surpreendeu, mas a Cath pareceu genuinamente surpreendida quando soube que eles eram apenas amigos. O que me leva a outra coisa que eu não gostei muito: o facto de a Cath achar que o Levi namorava com a colega de quarto e mesmo assim envolver-se com ele no momento. Ela pediu desculpa e tal, mas ela achava que eles namoravam e mesmo assim envolveu-se.
Quando a Cath vai àquela festa e vê o Levi com uma rapariga, apeteceu-me bater-lhe. Passei a detestá-lo, mas ele de resto é sempre tão querido que me derreteu o coração e fez-me amá-lo outra vez, todos cometemos erros.
Naquele momento em que a Wren começa a criticar a Cath quando a Cath passa o tempo todo a tentar ajudá-la, para mim foi horrível e, apesar de elas serem irmãs, eu realmente achei que a Cath a perdoou depressa de mais tendo em conta todas as coisas más que a Wren disse.
Uma personagem que não gostei absolutamente nada foi o rapaz com quem a Cath estudava/escrevia na biblioteca e que acabou por lhe "roubar" parte da história e ainda a queria publicar, fiquei realmente feliz quando ele pediu à Cath para a publicar com ele porque a professora tinha percebido que não era só dele e, como ele próprio diz, era a oportunidade da vida dele, mas a Cath recusa. Eu realmente acho que ela cresceu como personagem ao longo deste livro.
Apesar de eu detestar o Nick, eu detestei ainda mais a mãe delas porque ela simplesmente abandonou-as e do nada quer voltar à vida delas, e a Wren deixa, como se nada tivesse mudado, mas quando a Wren vai parar ao hospital a mãe não é capaz de ficar lá como uma verdadeira mãe.
Esse foi outro momento que eu esperei muito para a acontecer. O momento em que a Wren bebe demais e acaba no hospital e em que lhe acontece (finalmente) alguma coisa que a faz pensar na porcaria que estava a fazer. E quando o pai dela a castiga eu só consegui pensar "aleluia, reparaste que algo não estava bem".
Apesar de eu ter adorado o pai delas, ele às vezes também me irritou com aquele seu lado meio que maluco mas não preciso de ajuda.
A partir deste momento eu comecei realmente a gostar mais do livro e da Wren, ela parece que ganha consciência e começa a perceber tudo o que fazia de mal. Também gostei do facto de ela ter uma relação com o Jandro que parece realmente ajudá-la a assentar os pés na terra.
A Cath irritou-me mais no momento em que a sua professora lhe dá a chance de escrever o livro que tinha de escrever para a aula e ela continua a atrasá-lo mesmo a professora dando-lhe todas as chances do mundo e a Cath continuar constantemente a pensar que não o vai fazer.

O momento mais engraçado do livro foi quando o último livro do Simon Snow sai e as irmãs vão comprá-lo com a Reagan e com o Levi e as reações deles quando as gémeas estão a ser fangirls autênticas é simplesmente de morrer a rir, apesar de também ter gostado dos momentos das Festas de Dança de Emergência.
Achei queridinho o momento em que a Wren passou a ajudar a irmã na fanfic e realmente começou a apoiá-la e a torcer por ela em tudo, aí comecei finalmente a adorar a Wren em todos os sentidos.
Quando a Cath diz à Wren que não vai ficar com ela no ano seguinte porque já combinou de ficar com a Reagan eu finalmente senti que ela punha um travão à irmã e lhe mostrava que ela não podia fazer o que quisesse, e eu adorei este momento.
A parte final em que nos é apresentado o excerto do livro da Cath, que ela andou o livro toda a adiar, eu simplesmente adorei, eu queria realmente ler esse livro, se a Rainbow Rowell o lança-se, eu ia definitivamente comprá-lo.


Não me odeiem por causa das críticas a este livro, eu realmente gostei dele, estou só a realçar os pontos que me fizeram não dar 5 estrelas e dar 4 e os positivos que me fizeram dar 4 em vez de 3 estrelas.

Resenha (sem spoilers) AQUI

Sem comentários:

Enviar um comentário