segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Emma - Opinião

Emma

Nome do livro: Emma
Nome do livro em Portugal: Ema ou Emma (dependa da edição)
Nome do livro no Brasil: Emma
Nome da Autora: Jane Austen
Editora: Dover Publications
Número de páginas: 328 páginas

Sinopse:«When her former governess finds happiness as the bride of a local widower, the brilliant and beautiful Emma Woodhouse — one of Jane Austen's immortal creations — flatters herself that she alone has secured the marriage and that she possesses a special talent for bringing lovers together. The young heiress next busies herself with finding a suitable husband for her friend and protégé, Harriet Smith, setting off an entertaining sequence of comic mishaps and misunderstanding in this sparkling comedy of English-village romance. Beneath its considerable wit, the novel is also the story of a young woman's progress toward self-understanding.»

Opinião: Como leitora que adora as histórias, os mundos e as personagens da Jane Austen eu tenho sempre medo quando chega o momento de ler um livro novo mas, mais uma vez, a autora mostrou ser digna da fama que tem. 
O livro acompanha a personagem que lhe dá nome, Emma, enquanto ela acaba por ser uma casamenteira para toda a gente que conhece (esta ideia, tendo em conta a época em que se passa, é bastante engraçada e a autora soube explorá-la muito bem). 
O principal problema que tive com este livro foi mesmo com a Emma, nomeadamente a superioridade com que ela se vê, embora eu perceba que essa parte da personalidade dela foi necessária para o desenrolar da história, e o facto de que ela parece ser muito inteligente e noutros momentos parece que não percebe bem coisas básicas.
Aquilo que eu gostei mais no livro acho que foi mesmo a diferente mentalidade da Emma relativamente às outras duas protagonistas (a Elizabeth Bennet do Orgulho e Preconceito e a Anne Elliot de Persuasão) que eu conheço da Jane Austen, porque a Emma é mais confiante em si mesma e mentalmente forte (apesar de que a nossa querida Lizzie Bennet também o é). 
Tive um pequenino problema também relativamente à ingenuidade da Harriet e ao facto de ela se apaixonar rápido demais, mas esses problemas foram rapidamente ultrapassados quando eu conheci os incríveis George Knightley e Mr Martin que aquecem o coração de qualquer pessoa. 
Relativamente ao final e, como em todos os livros da Jane Austen, é esperado mas tão bem escrito que uma pessoa não resiste a gostar dele. Recomendo muito este livro. 
Para quem gosta da premissa da história mas não gosta da época, deixo em baixo o link para uma versão ligeiramente diferente e mais moderna que eu vi à uns anos e adorei chamada Emma Approved. 
Boas leituras.
(3.5 em 5 estrelas)
Adaptação mais recente: 

Sem comentários:

Enviar um comentário